Certificação Energética

OBRIGATÓRIO

Para vender, arrendar, doar ou publicitar um imóvel, é obrigatório por lei (DL 118/2013 de 20 de agosto) este fazer-se acompanhar por um Certificado Energético.
 

COIMAS

Em caso de incumprimento, as coimas podem variar de 250,00 € a 3.740,00 €, no caso de pessoas singulares, e de 2.500,00 € a 44.890,00 €, no caso de pessoas coletivas.
 

O CERTIFICADO ENERGÉTICO

É o documento que resulta da intervenção profissional de um Perito Qualificado e que permite conhecer e melhorar o desempenho energético de um imóvel, atribuindo-lhe uma classe energética de A+ a F.
 

CONFORTO TÉRMICO

Da certificação energética, sobressai uma estimativa das necessidades anuais de energia e um conjunto de sugestões de melhoria do respetivo desempenho energético do imóvel, tendo em vista uma maior eficiência e maior conforto.
 

VALORIZAÇÃO DO IMÓVEL

Ao conhecer e implementar as medidas de melhoria para aumentar a classe de eficiência energética, vai estar a valorizar o seu imóvel, reduzindo a sua fatura energética.
 

CONTRIBUTO AMBIENTAL

Um imóvel mais eficiente, em termos energéticos, é um excelente contributo para reduzir o impacto ambiental de emissões poluentes na atmosfera.

 

Documentos necessários juntar antes da vistoria.

1. Caderneta Predial 
2. Certidão da Conservatória do Registo Predial
3. Planta à escala do imóvel
4. Ficha técnica do imóvel
5. Fatura de eletricidade.